EMPRESA

O século XXI está consolidando tendências que já vinham se desenvolvendo desde 1980, como a Globalização, a imagem como ativo empresarial, a comunicação como instrumento de marketing e a importância da informação no processo decisório.

A abertura do mercado e a criação do Código de Defesa do Consumidor, por outro lado, foram fatores que influenciaram profundamente o modo de consumo da população e suas exigências por padrões mais elevados de quantidade, em nosso país.

Hoje, instituições, empresas e pessoas que queiram ter sucesso em seus objetivos, devem conhecer e respeitar a opinião de seu público, transmitindo suas informações com transparência, veracidade e rapidez dentro de padrões éticos e estratégicos de relacionamento.

Entre os pilares destes novos tempos estão o uso da tecnologia, encurtando caminhos para o fechamento de negócios e propagando as informações, a qualidade dos Recursos Humanos e o uso de modernas técnicas de Marketing e Comunicação.

A Grunase – Grupo Nacional de Serviços, empresa de Marketing Global, auxilia instituições, empresas e pessoas em suas relações com o público alvo, constituindo importante instrumento de sucesso na realização dos objetivos de seus clientes.

Fundada em 03 de setembro de 1968, na cidade de São Paulo, a Grunase – Grupo Nacional de Serviços, iniciou suas atividades a partir de uma idéia simples e criativa: aproximar empresas para facilitar a realização de negócios. Campo inexplorado na prestação de serviços, a iniciativa teve sucesso e impulsionou o crescimento da empresa, abrindo caminho para outras atividades.

A partir de 1970, a Grunase passa a atuar na área de comunicação e cria suas divisões operacionais em Relações Públicas (1970), Organização de Eventos (1972) e Comunicações Especiais (1972). A atuação da empresa na área de Relações Públicas coincide com a regulamentação da atividade e seu ensino nas universidades brasileiras. A história da profissão de Relações Públicas no Brasil é indissociável da história da Grunase.

O olhar de vanguarda da empresa foi qualificado pelo jornalista Marco Antônio Rocha, em matéria para a revista Visão, em 1972, como "O Elo que Faltava". Posteriormente, a mesma revista, ao analisar o desempenho da empresa, completou: "O Elo Funcionou".

O pioneirismo da Grunase pode ser percebido, também, com a edição da primeira literatura Latino-americana sobre Tecnologia de Organização de Congressos e Convenções.

O "boom" tecnológico de 1980 e o processo de abertura do mercado criaram uma nova frente de serviços na empresa, a Área de Tecnologia, que inicialmente operava no campo da informática, e posteriormente, incorporou as técnicas e a rapidez da internet.

Nesse ritmo, em 1990, a Grunase já operava com sucesso nas áreas de Marketing, Comunicação e Informática. Para completar seu perfil de empresa de comunicação integrada, em 1995, constituiu a Divisão de Relações Institucionais, dentro da Área de Comunicação, destinada a promover a integração entre sociedade e Poder Público.